domingo, 3 de maio de 2015

         O Bordelando esteve animadíssimo na segunda, dia 27 de abril.  O lanche coletivo foi uma alegria só, com destaque para uma enorme taça de musse de gelatina multicolorida disputada pelas mais de 40 bordelandas que estiveram por lá.

       
       Muito entusiasmo com os preparativos da próxima exposição, marcada para 18 a 26 de setembro, que promete ser maior que a do ano passado.  O salão de festas vai ser transformado numa galeria e atenção especial será dedicada à abertura do evento. Esse é um momento de projeção para as bordadeiras e seus trabalhos caprichados, neste ano em que imperam as chitas estampadas. E também já se fala na próxima viagem. Muitos palpites no ar. Vai ser Goiás Velho? Vai ser a Diamantina? Pantanal? Quem sabe, Paris? Tem gente sonhando alto. Mas nada é impossível para essas mulheres.
 

        De concreto, na quinta dia 30, o Clube do Livro reuniu quem leu ou quis ler o bem-humorado Balzac e a costureirinha chinesa, de Dai Sijie. O livro, ambientado na China de Mao, foi adaptado para o cinema há alguns anos. É um tanto autobiográfico. O próprio Dai, em sua juventude, foi submetido a rigorosa reeducação sob o regime comunista chinês. Vale ler. Sempre.



Madalena


Nenhum comentário:

Postar um comentário